domingo, 18 de outubro de 2015


     Calor ou frio antes do alongamento?  


        Hoje em dia uma das maiores causas de dor está associada à tensão muscular, causada, na maioria das vezes, pelas más posturas que adquirimos durante as atividades do dia a dia. O encurtamento muscular, que é consequência na maioria das vezes da má postura, trás restrições de movimentos e, consequentemente, o aparecimento de dores e uma diminuição do desempenho nas atividades diárias.
      O alongamento faz com que essa restrição ao movimento (desde que a causa seja o músculo encurtado) e a tensão sejam reduzidas, fazendo uma pequena cascata: maior flexibilidade -> tensão muscular diminuída -> diminuição da dor. 

Alongamento é definido como conjunto de técnicas utilizadas para manter ou aprimorar a amplitude de movimento (ADM) articular, de maneira segura e eficaz, independente da intensidade ou da forma de aplicação (Taylor, 1990; Alter, 1988; Archour, 1995; Magnusson, 1996). 

Flexibilidade é a amplitude de movimento disponível em uma articulação ou conjunto de articulações (Magnusson, 1996).
         O tecido conjuntivo possui propriedades viscoelásticas que são importantes na flexibilidade do indivíduo e é formado por um componente viscoso, que é a propriedade de um material em resistir às cargas que produzem deformação, e por um componente elástico, que torna possível o estiramento (alongamento) elástico, que é um alongamento temporário, com o tecido retornando ao seu comprimento anterior depois que o estresse é removido.
        Segundo alguns estudos, o aquecimento ou o resfriamento terapêuticos realizados antes dos exercícios de alongamento poderiam potencializar o ganho de flexibilidade, otimizando a ADM.
     As modalidades para aquecimento são classificadas como superficial e profundo, dependendo da profundidade de ação, e possuem efeitos de alivio de dor, relaxamento muscular, aumento do fluxo sanguíneo, estímulo à cicatrização, redução da rigidez articular e aumento da extensibilidade do colágeno. Este último relacionado ao enfraquecimento dos cross links (pontes de hidrogênio que ligam as moléculas de colágeno), deixando o tecido conjuntivo mais maleável, o que favorece o alongamento.
      A dose terapêutica indicada no aquecimento com a finalidade de alongar é uma dose moderada, que eleva a temperatura do tecido 42-43ºC, e a pessoa deve ter uma sensação agradável de aquecimento.
   Já o resfriamento possui efeitos de reduzir a ativação muscular reflexa e a dor (aumentando a tolerância do individuo ao alongamento) e aumenta a rigidez tecidual porque fortalece os cross links, deixando o colágeno mais rígido e, por consequência, mais quebradiço, facilitando também o ganho da ADM.
       Apesar de o resfriamento aumentar a rigidez tecidual, ele também reduz a velocidade de condução nervosa que gera efeitos importantes durante o alongamento, pois o aumento da tolerância do individuo à manobra de alongamento permitiria um maior alongamento do tecido.
     Portanto, como foi observado em estudos, tanto o aquecimento quanto o resfriamento, se adequadamente aplicados, podem ser ambos  eficazes em promover aumento da flexibilidade quando associados a exercícios de alongamento. 



Referências Bibliográficas

S.A. SILVA; D.J. OLIVEIRA; M.J.N. JAQUES e R.C Araújo. Efeito da crioterapia e termoterapia associados ao alongamento estático na flexibilidade dos músculos isquiotibiais. Motricidade, Vila Real, v.6,n.4, 2010. Disponível em: <http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?pid=s1646-107x2010000400007&script=sci_arttext>. Acesso em 26 de setembro de 2015.

BUSSARELO, Fernanda de Oliveira. et al. Ganho de extensibilidade dos músculos isquiotibiais comparando o alongamento estático associado ou não à crioterapia. Fisioter. Mov., Curitiba, v. 24, n. 2, p. 247-254, abr./jun. 2011. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/fm/v24n2/a06v24n2.pdf>. Acesso em 26 de setembro de 2015.
COSTA, Thiago Viana da. et al. Avaliação entre a eficácia do alongamento utilizando calor profundo e crioalongamento. Terapia Manual, n.1, p. 293-298, 2008. Disponível em: <http://www.researchgate.net/publication/256438778_Avaliao_entre_a_eficcia_do_alongamento_utilizando_calor_profundo_e_crioalongamento_Evoluation_between_the_effectiveness_of_strechching_using_deep_heat_and_chryostretching>. Acesso em 26 de setembro de 2015.

24 comentários:

  1. Texto muito interessante vale apenas ler!
    Explicação super satisfatória.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradecemos pelo elogio e por sua visita ao blog, sinta-se á vontade para esclarecer suas dúvidas sobre os Recursos Terapêuticos Físicos.

      Excluir
    2. Ola muito interessante esta postagem principalmente pra quem gosta de praticar esportes!
      Gostei, é muito importante saber destas coisas, parabéns ao pessoal!

      Excluir
    3. Agradecemos pelo elogio e por sua visita ao blog, sinta-se á vontade para esclarecer suas dúvidas sobre os Recursos Terapêuticos Físicos.

      Excluir
  2. Simples e direto, gostei bastante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradecemos pelo elogio e por sua visita ao blog, sinta-se á vontade para esclarecer suas dúvidas sobre os Recursos Terapêuticos Físicos.

      Excluir
  3. Texto objectivo e esclarecedor, que certamente será de grande relevância ao meu quotidiano. Irei partilhar com os amigos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradecemos pelo elogio e por sua visita ao blog, sinta-se á vontade para esclarecer suas dúvidas sobre os Recursos Terapêuticos Físicos.

      Excluir
  4. Muito bom! Parabéns pelo artigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradecemos pelo elogio e por sua visita ao blog, sinta-se á vontade para esclarecer suas dúvidas sobre os Recursos Terapêuticos Físicos.

      Excluir
  5. Parabéns pelo trabalho, sucinto e eclarecedor. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradecemos pelo elogio e por sua visita ao blog, sinta-se á vontade para esclarecer suas dúvidas sobre os Recursos Terapêuticos Físicos.

      Excluir
  6. Respostas
    1. Agradecemos pelo elogio e por sua visita ao blog, sinta-se á vontade para esclarecer suas dúvidas sobre os Recursos Terapêuticos Físicos.

      Excluir
  7. Respostas
    1. Agradecemos pelo elogio e por sua visita ao blog, sinta-se á vontade para esclarecer suas dúvidas sobre os Recursos Terapêuticos Físicos.

      Excluir
  8. O texto contém uma explicação bem sucinta do uso do calor ou do frio nos alongamentos , sendo que estes devem ser integrados nas atividades do quotidiano de forma a manter a flexibilidade e elasticidade dos músculos prevenindo as lesões e reduzindo as tensões articulares .
    Excelente trabalho !"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradecemos pelo elogio e por sua visita ao blog, sinta-se á vontade para esclarecer suas dúvidas sobre os Recursos Terapêuticos Físicos.

      Excluir
  9. Gostei imenso do texto, tirou as minhas dúvidas sobre o assunto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradecemos pelo elogio e por sua visita ao blog, sinta-se á vontade para esclarecer suas dúvidas sobre os Recursos Terapêuticos Físicos.

      Excluir
  10. Muito interessante e muito bem explicado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradecemos pelo elogio e por sua visita ao blog, sinta-se á vontade para esclarecer suas dúvidas sobre os Recursos Terapêuticos Físicos.

      Excluir
    2. Gostei bastante da simplicidade e clareza do texto, ainda mais ao tocar em um assunto de tão importância tanto para quem prática atividade física quanto aos iniciantes.
      Muito bom!

      Excluir
  11. Gostei bastante, muito bem explicado :*

    ResponderExcluir

Deixe seu cometário aqui.