terça-feira, 22 de outubro de 2013

Banho de Contrastre

O que é banho de contraste?


Banho de contraste é uma técnica fisioterápica que promove alternância entre dilatação e constrição dos vasos sanguíneos por meio do uso intercalado de modalidades de calor e frio, respectivamente. É indicado para lesões articulares, em que há formação evidente do edema. Por realizar uma espécie de drenagem do edema, esta técnica é usada nas lesões das articulações distais do corpo, como tornozelo e punho. 






São usados dois recipientes dentro dos quais os locais atingidos devem caber por inteiro; em um deles coloca-se água quente, porém não insuportavelmente quente, e no outro, água gelada.

Como aplicar o banho de contraste?



A terapia deve começar mergulhando-se o local atingido em água quente, por um tempo de 3 ou 5 minutos (5 para casos mais graves). Em seguida e sem descanso, passa-se para a água gelada, por 1 ou 3 minutos (3 para casos graves ). Em cada sessão, essa técnica pode ser alternada 3 vezes, sendo que o tempo total da aplicação  da técnica do banho de contraste é de 20 a 30minutos (20 para área menor/ edemas menores e 30 para áreas maiores/ edemas maiores). A sessão pode ser encerrada com o aquecimento ou com resfriamento. Essa terapia pode ser realizada até 4 vezes ao dia.     




Se a técnica do banho de contraste for realizada associada a alguma outra técnica de redução de edema é recomendado finalizar a sequência da aplicação com o aquecimento, por facilitar o retorno ao padrão fisiológico. Mas se banho de contraste for a única técnica, ou a última técnica de um procedimento terapêutico a ser utilizada é indicado finalizar com o resfriamento que pode vir associado a uma técnica chamada de protocolo PRICE .
P =(proteção);
R = (repouso);
= (gelo/frio/recurso de resfriamento);
C = (compressão);
E= (elevação)


Essa técnica se soma muito bem as técnicas que usamos para redução de edema porque ela mantém o resfriamento, que precisa ser mantido por período de 15 a 30 minutos para gerar benefícios.
O frio é aplicado com intuito de manter a redução que se obteve através do banho de contraste favorecendo a vasoconstrição, redução da permeabilidade da membrana, diminuição de fluxo sanguíneo, permitindo que o metabolismo  permaneça baixo. Esses fatores irão auxiliar para que o controle da intensidade desse edema se mantenha.
A proteção está relacionada ao posicionamento da região que receberá a aplicação do protocolo. A área lesionada deve ser protegida, sendo posicionada de forma a não colocar a estrutura lesionada em stress.

O paciente deve ficar em repouso no momento da aplicação do recurso e receber orientações domiciliares para evitar descarga de peso, uso contínuo principalmente no dia em que foi aplicado o protocolo, evitando atividades ou cargas desnecessárias na estrutura que está em processo de recuperação por ainda apresentar o edema. Comportando-se assim de maneira a auxiliar na manutenção da redução desse edema.
 A compressão e elevação são técnicas adicionais para auxiliar na contenção do edema e na manutenção da redução do edema. A elevação utiliza da gravidade e a compressão utiliza de uma pressão externa para não deixar o volume da região aumentar.
Ao fim do protocolo PRICE pode ser realizado um enfaixamento visando a uma suave compressão local, mantendo a redução que foi adquirida com a  sessão de aplicação do banho de contraste. 





GENTES TÉRMICOS E SUAS PRECAUÇÕES



17 comentários:

  1. Eduarda Bueno Dornellas1 de novembro de 2013 18:12

    Ao realizar uma compressão ou um enfaixamento do local depois da realização da técnica, não seria prejudicial pois o local ainda estaria sensível?

    EDUARDA BUENO DORNELLAS - 4º PERIODO

    ResponderExcluir
  2. Achei muito interessante a reportagem e queria saber se o grupo se baseou em algum artigo. Se sim, gostaria de saber se vocês poderiam me passar. Obrigada.

    ResponderExcluir
  3. Samara- 4º período1 de novembro de 2013 19:45

    Assunto muito interessante e postagem muito criativa!
    Amei

    ResponderExcluir
  4. Interessante, como a junção de duas energias frio e o calor são benéficas, utilizadas da maneira correta.

    ResponderExcluir
  5. Parece ser uma técnica muito eficiente e simples de aplicar, o que não exclui, é claro os cuidados que devem ser tomados, embora as regiões possíveis de aplicação possam ser restritas!

    ResponderExcluir
  6. Vale frisar que é de extrema importância possuir conhecimento sobre a temperatura da água na técnica do banho de contraste.
    Keila 4° período

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito da maneira que a técnica foi descrita, está bem explicada e ilustrada. Para ser efetiva, o tempo de aplicação deve ser respeitado. Alguns pacientes ( dos SUS ) são orientados a repetirem o banho de contraste junto com alguns exercícios em casa dando continuidade ao tratamento, porém a manutenção das temperaturas e o tempo da aplicação com certeza não são respeitados, mesmo porque o paciente não tem esse controle e está aplicando placebo. Na minha opinião não deveria ser prescrito, somente realizado em clínica.

    Michelle Araújo do Nascimento ( 4º per. fisio PUC )

    ResponderExcluir
  8. O post foi bem desenvolvido e o uso das ilustrações ajudou na compreensão do tema do texto. Gostaria de saber se a única indicação dessa técnica é controlar e reduzir edemas.
    Phillipe Marques, 4° período de Fisioterapia (PUC Minas).

    ResponderExcluir
  9. Banho de contraste é eficaz para reduzir edemas e de fácil acesso também. Ficou ótimo!
    Luísa Faias

    ResponderExcluir
  10. O banho de contraste e indicado para que tipo de lesão: cronica, persistente ou aguda?

    ResponderExcluir
  11. Achei o artigo muito bom .. mas gostarias de saber por que a Diabetes é uma precaução ?
    Gabriela Gonçalves ,4° Período, Fisioterapia

    ResponderExcluir
  12. O tema foi muito bem abordado. Foi possível entender a eficácia do recurso e como ele é aplicado.

    Laryssa Galo, 4° período, Fisioterapia

    ResponderExcluir
  13. Gostaria de saber porque o tempo de aplicação de agua fria é menor do que o de agua quente?
    Larissa Izabel Jamar , 4° Período , Fisioterapia

    ResponderExcluir
  14. Trabalho excelente e bem desenvolvido. Todas minhas dúvidas sobre o recurso, foram tiradas com o trabalho.

    Isabella Campolina, 4° Período , Fisioterapia

    ResponderExcluir
  15. A postagem mostra a importância de seguir o protocolo corretamente para melhora de uma lesão, ficou muito bom!

    Sandro Mol - 4º período, Fisioterapia

    ResponderExcluir
  16. O banho de contraste e uma técnica bastante eficaz e de fácil acesso a todos. Podendo ser feita em casa mesmo,o pacientr BEM instruído pode aplicar mais vezes ao dia acelerando a recuperação. Quando for utilizada outra técnica para redução de edema o banho de contraste e uma tecnica a MAIS para o paciente aplicar em casa. Mais um post interessante,parabéns.
    Gabriel kendy 4°periodo

    ResponderExcluir
  17. Fraturei a fibola em 3 lugares, o medico fez a cirurgia colocando platina, assim que tirei os pontos comecei a fazer o banho de contraste e o resultado foi que em 1 mês e 25 dias após a cirurgia voltei a andar.

    ResponderExcluir

Deixe seu cometário aqui.