quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Utilização do protocolo P.R.I.C.E

O protocolo P.R.I.C.E ( protection, rest, ice, compression and elevation), tem como objetivo recuperar o mais rápido possível uma lesão, minimizando a formação edemas e aliviando a dor. Esse método é muito simples e consiste basicamente em cinco passos, que qualquer pessoa tem condições de seguir. Esses passos são:
Proteção: O indivíduo deve proteger a área afetada para evitar um dano ainda maior. Recomenda-se o uso de muletas, órteses e dispositivos de imobilização em geral.
Repouso: É importante para que não haja esforço e sobrecarga sobre a lesão e não atrapalhe a recuperação, alem também de não expor o membro afetado a lesões secundárias, permitindo assim um reestabelecimento mais eficiente da área lesada.
Gelo: A aplicação do gelo após a lesão aguda é algo que não havendo consenso nos estudos científicos quanto a melhor forma de ser aplicada e quanto a duração da aplicação. O objetivo é evitar a progressão do edema, diminuir a dor local e os espasmos musculares. A aplicação do gelo deve ser feita de 15 a 20 minutos, com intervalos de 2 horas. O gelo deve estar envolvido envolvido em um pano ou plástico. Caso seja aplicado diretamente sobre a pele pode causar queimaduras devido a baixa temperatura.
Compressão: A compressão é muito útil pois auxilia na drenagem do edema. Quando uma região é comprimida, os espaços disponíveis para o edema são reduzidos e, consequentemente, o inchaço também.  Essa compressão  pode ser feita por meio de bandagens, é necessário certificar-se de que não esteja muito apertado, caso esteja, devemos remover a bandagem e recolocar novamente, porem um pouco mais frouxa.
Elevação: Elevar o membro ajuda no retorno venoso, com consequente diminuição do edema. Essa drenagem ocorre de maneira mais eficaz caso o segmento em questão esteja acima do nível do coração.

     É recomendado que o método P.R.I.C.E seja utilizado logo após a lesão, quanto mais cedo for feito a aplicação dos procedimentos acima melhores serão os resultados.    

13 comentários:

  1. Muitas pessoas usam compressas de gelo após te lesionado, isso é quase algo passado de mãe para filho. Mas na fisioterapia usamos quase que o mesmo método, mas com as devidas modificações trazendo mais resultados terapêuticos que foram citado no artigo acima. Levando em consideração, que não se deve realizar esse método durante muito tempo na lesão, sendo recomendado após a lesão e em estágio de inflamação aguda.

    ResponderExcluir
  2. Utiliza-se também este protocolo P.R.I.C.E no final da sessão de tratamento quando o paciente está iniciando o treino de força mais ainda se encontra na fase de remodelagem do tecido, porque nesse caso o próprio treino de força induz a pequenas sobrecargas que podem gerar microlesões atrasando a recuperação. Então faz a utilização do protocolo para controlar uma possível reação inflamatória, principalmente em reação ao edema.
    Keila 4° período

    ResponderExcluir
  3. -Jéssica Sabadini: Tomando-se cuidado com a aplicação do recurso térmico de resfriamento e respeitando-se o tempo limite de aplicação, é uma técnica bastante efetiva e simples, que minimiza a dor e tem impacto positivo na recuperação da lesão.

    ResponderExcluir
  4. O protocolo PRICE tem se mostrado altamente eficaz no que se diz respeito a minimizar a formação de edemas e ao alívio de dor, quando diretamente relacionada ao edema.
    Apesar de se tratar de uma técnica “simples”, gostaria de saber se existem contraindicações ou precauções quanto ao uso do protocolo PRICE.
    Phillipe Marques, 4° período de Fisioterapia (PUC Minas).

    ResponderExcluir
  5. Izabela Santos Azevedo3 de novembro de 2013 14:26

    Gostei muito do tema, não conhecia muito como o protocolo price funcionava, com a aula em sala e com a postagem de informações do tema me ajudou muito !
    Izabela Azevedo - 4° Período

    ResponderExcluir
  6. Brenda Gonçalves 4º período3 de novembro de 2013 19:44

    Muito legal! Um procedimento simples que todos podem fazer, que alivia a dor e os primeiros sintomas comuns após as lesões e protege a área lesionada. Mas por quanto tempo deve-se repetir (e quantas vezes por dia, por exemplo) esse procedimento?

    ResponderExcluir
  7. Samara- 4º período5 de novembro de 2013 17:20

    Achei muito interessante essa publicação. O protocolo PRICE, na prática, parece ser muito útil e eficaz. Ficou muito bom

    ResponderExcluir
  8. Eduarda Bueno Dornellas5 de novembro de 2013 18:23

    Parabéns, achei esse assunto bastante interessante e importante para a compreensão da matéria de RFT térmicos.

    EDUARDA BUENO DORNELLAS - 4º PERIODO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal esse método para ser utilizado apos uma lesão,não conhecia esse método e esse post foi muito importante para meu conhecimento.
      Ana Carolina de Almeida/4° Período

      Excluir
  9. É importante ressaltar os cuidados com a aplicação do gelo que, muitas vezes, é usado de maneira incorreta pelas pessoas, por ser um recurso simples e de fácil acesso.
    Luísa Farias

    ResponderExcluir
  10. Considerando que na Fisioterapia os resultados são obtidos respeitando-o o tempo para as respostas, o protocolo PRICE será importantíssimo, pois evitará que se desconsidere cada etapa.
    Luísa Nassif Silva - 4º período/Fisioterapia

    ResponderExcluir
  11. Valioso post!! principalmente para ANTES das provas de rtf!!
    gostei da forma que foi exposto, demostrou a importância da técnica bem empregada da crioterapia e respeitar o tempo de repouso evitando dessa forma lesões secundárias.
    Michelle Araújo 4º fisio.

    ResponderExcluir
  12. Você conhece o Kold Rite, tive acesso a este produto pelo site do Shopmedical, achei fantástico, veja:
    http://www.shopmedical.com.br/faixa-compressiva-gelada-kold-rite-fisiovital/

    ResponderExcluir

Deixe seu cometário aqui.